index

Diferenças entre cosméticos naturais, orgânicos e Vegan

19 Fevereiro 2020


Diferenças entre cosméticos naturais orgânicos e vegan

O mercado está cheio de produtos cosméticos, desde aos supermercados perfumarias, salões de beleza, cabeleireiros e farmácias. Cada vez mais os consumidores estão à procura de produtos saudáveis.

Por outro lado sei que existe uma grande confusão na cabeça das maioria das pessoas sobre a questão dos cosméticos naturais. Depois de ler este artigo vai ficar a saber muito mais sobre as diferenças entre cosméticos naturais, orgânicos e Vegan. Apesar de para os mais distraídos parecer que é tudo a mesma coisa, existe grandes diferenças entre eles!

Antes de mais quero deixar já um aviso em relação a este tema e artigo: ainda não está completamente definido na legislação o que é um cosmético natural ou orgânico, e portanto, todo aquilo que aqui estou a escrever pode vir a ser alterado.

Para além disso, sentimos que algumas empresas se aproveitam da falta de legislação para fazerem certos tipos de publicidade, dizendo que os produtos são naturais/orgânicos, quando na verdade apenas têm alguns compostos naturais/orgânicos...

O que deve desde já entender é que dificilmente encontra um cosmético 100% natural produzido e distribuído de forma industrial. Geralmente estes produtos têm sempre na sua composição substâncias sintéticas.

Existe algumas entidades que regulam este mercado, e certificam este tipo de produtos. Usarei a definição da Ecocert, para explicar o que é cada um dos tipos de cosméticos, no entanto, esta classificação pode ter ligeiras diferenças de entidade para entidade.

O que é um cosmético Natural?

Cosméticos Naturais

Segundo a Ecocert, um cosmético natural, é um cosmético em que no mínimo 95% da sua matéria prima provém de origem natural. Os restantes 5% podem ser de origem sintética, no entanto estes ingredientes obedecem a um regulamento. Só alguns dos ingredientes sintéticos é que podem ser utilizados.

O que é um cosmético orgânico?

Um cosmético orgânico é um cosmético que a sua composição é no minimo 95% à base de substâncias orgânicas, e os restantes 5% podem ser sintéticas à semalhança dos cosméticos naturais.

Assim, um cosmético orgânico, é necessáriamente considerado natural. Já o contrário não é verdade. Um cosmético natural, pode não ser orgânico.

Já conhece a nossa loja online de cosméticos naturais? Click e descubra várias gamas de produtos, com preços exclusivos online!

Qual a diferença entre cosméticos naturais e cosméticos orgânicos

BIO

A questão é que um cosmético natural, tem no minimo 95% de produtos naturais na sua composição, mas estas matérias não são necessariamente orgânicas.

Para algo ser considerado matéria-prima orgânica, tem de ser produzido de acordo com as diretivas internacionais sobre produtos de agricultura biológica.

Certamente já viu aqueles produtos BIO que existe no supermercado. Pois é! São mesmo esses! Os cosméticos orgânicos, para serem considerados de tal maneira, têm de ser compostos por matérias-primas cultivadas em agricultura biológica.

O que é um cosmético Vegan

Vegan Cruelty Free

Um cosmético Vegan, é um cosmético que não utiliza na sua formulação produtos de origem animal. Portanto, nada tem a ver com ser natural ou orgânico. Um cosmético Vegan pode não ser considerado natural, por usar ingredientes sintéticos em concentrações mais elevadas que os 5%.

Por outro lado, por ser Vegan, também não significa que não seja testado em animais! Para ter a certeza que isso não acontece, deverá procurar pela certificação Cruelty Free.

De qualquer forma, qualquer cosmético que seja produzido dentro da Europa, já não é testado em animais, porque a legislação não o permite.



Alergias e problemas de saúde

Outra das grandes confusões que existe no mercado, é em relação às alergias, e problemas de saúde gerados pelos cosméticos.

Um cosmético ser considerado orgânico ou natural, não significa que não faça alergia, nem que não seja nocivo para a saúde.

Dependendo de pessoa para pessoa, um cosmético orgânico pode fazer alergia, e até mesmo ser nocivo para a sua saúde, portanto, tenha em atenção esta questão! Por outro lado, também não significa que um cosmético que não seja orgânico, ou natural, faça mal à saúde, ou provoque alergias.

Esta diferenciação entre cosméticos naturais, orgânicos e sintéticos apenas esta relacionada com a proveniência dos seus ingredientes, e não com a probabilidade de alergias, ou outras questões.

O que é importante saber, é que todos os cosméticos que estão no mercado, devem ser rigorosamente testados. De preferência opte por cosméticos que foram testados dermatologicamente. Para além disso, compete ao Infarmed regular o mercado dos cosméticos verificando o que é ou não um risco para a saúde pública.

Como escolher um cosmético na hora de comprar

Se quer ter a certeza do que está a consumir, deverá procurar os cosméticos com as devidas certificações, dadas pelas entidades competentes.

Certificados Cosméticos Naturais Orgânicos

No entanto, existe cosméticos naturais, orgânicos e Vegan que não se encontram certificados por nenhuma destas entidades, e não o deixam de o ser por isso. Estas certificações são bastante caras, e existe marcas que não querem pagar. Também existe aquelas produções artesanais que nem sequer têm capacidade financeira para pagar tais certificações.

Poderá também informar-se dos vários ingredientes que estas entidades permitem, e ler os rótulos das embalagens. É uma tarefa mais difícil, mas não é impossível! Neste documento emitido pela Ecocert, poderá ver todos os ingredientes que se podem utilizar, bem como o método de obtenção dos mesmo, e outras informações relevantes.

Todos os rótulos têm obrigatoriamente de descrever a composição do produto, sendo que os primeiros ingredientes que aparecem na listagem são os que o produto tem em maior concentração, e os últimos em menor.

Alguns ingredientes que deve ter em atenção

Existe vários ingredientes que devemos ter especial atenção quando compramos um cosmético, sobretudo porque podem não ajudar na saúde da sua pele ou cabelo. Os principais a serem evitados são:

  • Parabenos;
  • Sulfatos;
  • Derivados de petróleo.
  • Marcas de cosméticos que aconselho

    Existe muitas marcas de produtos cosméticos naturais e orgânicos que podem escolher, até mesmo no supermercado.

    As marcas que aconselho, para além de serem naturais ou orgânicas, apresentam resultados de nível profissional. Ou seja, têm resultados comprovados tendo em conta o seu efeito.

    É com alguma facilidade que se pode fazer um shampoo natural, ou uma máscara. Agora é necessário que ela faça o efeito! Por exemplo, os shampoos podem ser específicos para dar volume, para deixar o cabelo mais liso, para a queda etc... E aí é que está a diferença! Os produtos que proponho são utilizados pela minha equipe diariamente, para facilitar o nosso trabalho profissional. Com a sua utilização conseguimos mesmo dar os efeitos que queremos aos cabelos!

    Conheça em particular cada marca que lhe vou apresentar no nosso site de cosméticos naturais online!

    Philip Martin's

    Philip Martin's

    Uma marca de cosméticos orgânicos, e portanto natural. Todos os produtos desta marca são orgânicos, ou seja, são produzidos com ingredientes provenientes de agricultura biológica. Podem ser usados tanto no corpo como no cabelo, proporcionando hidratação e nutrição tanto ao cabelo como à pele. Claro que cada produto tem a sua função específica, mas pode ser usado em todas as outras.

    Os cheiros e as texturas são realmente espetaculares, e têm resultados fantásticos para além de serem sem sulfatos, sem parabenos, e sem derivados de petróleo.

    Esta é a marca que usamos para fazer os nossos rituais biológicos.

    Seward Mediter Bio - Helen Seward

    Philip Martin's

    É uma gama de produtos da marca Helen Seward, com extratos 100% naturais e no mínimo 95% das matérias primas são de origem natural. Os pacotes são amigos do ambiente, não contêm cola, sendo só de encaixe. São 100% feitos de material reciclável. É usada tinta de soja, para imprimir as embalagens.

    São dermatologicamente testados e também sem sulfados, sem parabenos e derivados de petróleo.

    As fragâncias e texturas são também elas fantásticas!

    Partilhe o nosso artigo!

    Deixe-nos a sua opinião